sábado, 11 de fevereiro de 2012

Um tour pelo Forum Romano

Vista do Forum Romano e do Coliseu ao fundo
Podemos começar com uma vista aérea do Forum Romano. E por aérea eu não quero dizer por avião, mas tem dois lugares em Roma que podemos ver o Forum Romano de cima:
  • Piazza do Campidoglio – de onde podemos observar o Forum de cima e assim termos uma idéia geral do conjunto de ruínas de edifícios, templos, arcos e da Via Sacra, principal via do Forum.
  • Monumento a Vittorio Emmanuel – suba as escadarias e entre no edifício, continue subindo as escadarias até chegar numa saída que dá para os fundos do prédio. Ali mesmo, do terraço, já temos uma vista fantástica, mas ainda assim pode-se subir mais através de um elevador panorâmico. Infelizmente, estava quebrado no dia que fui, e fiquei babando pelo que poderia ter avistado... Ah! Roma! Sempre me pregando peças para eu ter de voltar.
Aliás, eu aconselho a fazer isso antes e depois do nosso tour. Escolha uma das opções para ir antes e vá na outra depois, ou até em outro dia. Na volta, estamos mais “íntimos” do Forum, e conseguimos imaginar perfeitamente a vida dos romano naqueles tempos. Agora desça e dê uma volta pela Via Sacra.

A região conhecida por Forum Romano começou a ser construída por volta de 700 a.C., no período dos reis etruscos. A área se localizava entre os montes Palatino e Capitolino, e era uma região pantanosa que começou a se desenvolver rapidamente depois de ser drenada.
 
O Forum foi, durante quase 12 séculos, o centro da vida política, administrativa, comercial e judiciária da Roma Antiga.
 
Os reis antigos construíram grande parte dos edifícios, e depois Julius Caesar, construiu outros, na tentativa de fazer o Forum acompanhar o crescimento acelerado da população de Roma.
Veja abaixo um mapa do Forum, e também uma reconstrução:
 


Principais prédios para observarmos no mapa:
 
Curia – lugar oficial onde o Senado Romano se reunia. A Curia Julia foi inaugurada por Julius Caesar para substituir a antiga, Curia Hostilius, destruída por um incêndio em 52 a.C.
 

Comitium – o Comitium, que ficava na frente da Curia, era um lugar com degraus em formato circular, onde o povo se reunia para ouvir os discursos dos legisladores e senadores de Roma, que falavam de uma plataforma conhecida por Rostra.
 
Rostra Imperial – construída após a demolição do Comitium, em 45 a.C., usada pelos oradores de Roma.
 
Templo de Saturno – construído no início da República, em aproximadamente 497 a.C., guardava os tesouros e importantes documentos de Roma. Hoje ainda podemos ver 8 imponentes colunas.
 

Templo de Vespasiano – Templo de 81, dedicado ao imperador Vespasiano, venerado como deus depois de sua morte. A façada do templo tinha 6 colunas, mas hoje apenas 3 restam.
 
Templo da Concordia – o período entre a expulsão dos reis e o início das Guerras Púnicas foi caracterizado pelas guerras entre a população comum e os patrícios. Para conseguir a reconciliação entre as duas classes, Furius Camillus, consul no ano de 366 a.C., contruiu o templo da Concordia, deusa da concórdia e harmonia.
 
Arco de Sétimo Severo – um dos monumentos mais preservados do Forum, foi construído pelo imperador Sétimo Severo em 203, para celebrar suas conquistas em Roma.
Coluna de Focas – um dos monumentos mais recentes do Forum, construída em 608, em homenagem ao imperador Bizantino Focas, que visitou Roma.
 
Templo de Castor e Pollux – construído em 484 a.C. pelo ditador Aulus Postumus, como agradecimento a vitória contra os invasores de Roma, Latinos e Tarquinis, batalha na qual Castor e Pollux teria aparecido aos soldados. Atualmente, restam apenas 3 colunas de mármore.
 
Templo do Divino Julius – construído em 29 pelo imperador Augusto em homenagem a Julius Ceasa, após o seu assassinato.
 
Basilica Aemilia (179 a.C.) – edifício onde ocorriam as principais atividades do Forum, jurídica, política e econômica. Era dividida em três alas, para abrigar cada uma das suas diferentes atividades. Após a adoção do cristianismo pelo Imperador Contantino, passou a ser usada como templo religioso, e até hoje, as basílicas da Igreja Católica seguem o seu formato.
 
Basilica Giulia (49 a.C.) – sede de importantes tribunais de justiça. Foi construída por Julius Caesar. A Basílica Aemilia já não comportava a população romana em crescente expansão.

Regia (509 a.C.) – residência original dos reis etruscos, ficava entre o Templo da Vesta e o Templo de Antoninus e Faustina. A proximidade da Regia e dos Templos formou um centro político e religioso na cidade. Quando Julius Caesar tornou-se Pontifex Maximus, ele exerceu suas atividades da Regia.

Templo da Vesta – provavelmente construído por Numa Pompilius, segundo rei de Roma. O templo se localiza no centro do Forum Romano, e guardava o fogo sagrado, símbolo da vida na cidade de Roma. Único templo circular de Roma, era cuidado pelas sacerdotisas da Deusa Vesta, conhecidas por Vestals. (Leia também o post Templo da Deusa Vesta e Casa das Vestals Virgens)
 

Casa das Vestals Virgens – luxuosa e vasta residência das Vestals, sacerdotisas da Deusa Vesta. A Casa das Vestals Virgens era um belo edifício de vários andares, e os quartos davam para um pátio interno com lagos e jardins, cercado por estátuas das principais Vestals. 
uma das estátuas no pátio da Casa das Vestals
Templo de Rômulo – pequeno templo de teto abobadado, foi construído em homenagem ao filho de Maxentius, Rômulo, em 309. Depois, quando Roma adotou o cristianismo, foi anexado como vestíbulo da Igreja de São Cosme e Damião.

Templo de Antoninus e Faustina – construído em 141 por Antonius Pius, em homenagem a sua esposa, Faustina, que tinha morrido e sido canonizada naquele ano.

Basilica de Constantino e Maxêncio – um dos monumentos mais grandiosos do Forum, teve a construção iniciada por Maxentius e terminada por Constantino.

Arco de Tito – o Imperador Tito foi venerado como Deus após a sua morte, e esse arco foi construído em sua homenagem.


2 comentários:

  1. adorei o post!
    Já anotei tudo para ver na minha viagem a Roma.
    Parabéns!

    ResponderExcluir